sexta-feira, 3 de junho de 2011

Ser gay é errado?

"Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel" (Dt 23:17).

Hoje, para muitos, esta questão trás algumas dúvidas.

Segundo quase que a totalidade das pessoas que fazem parte do movimento “LGBTTTS” (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Transgêneros e Simpatizantes) ter um comportamento homossexual não é algo condenável, muito pelo contrário, é uma “manifestação de amor” e para estes é a comprovação de que “Deus é Amor(1João 4:8), pois, sendo Ele amor, nos ensina a amar.

De fato, Deus é amor, e Sua amorável palavra nos dá conforto e segurança, então, sendo Ele amor, o que nos é advertido em Sua Palavra?
"Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente. Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina" (1 Tm 1.8-10).

Em primeira análise, podemos lembrar que não somos salvos por guardar a lei (Efésios 2:8), mas, o cumprimento da lei é o que mostra o nosso caráter em Cristo (Tiago 2:26) e testifica que andamos como Ele andou (1João 2:4), sendo assim, o verdadeiro cristão vigia para não pecar contra Deus pois “qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos .Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei” (Tiago 2:10-11) e como cita Paulo devemos ser “achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé (Filipenses 3:9).

Aquele que diz que Deus é amor certamente ama a Sua palavra e se lembra que "a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom" (Romanos 7:12), provindo todos estes do Senhor.

Mas, se a lei que é santa me diz: "Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é" (Lv 18:22), porque consisto em andar em desobediência?

Ser cristão não é andar como Cristo andou? Não é guardar seus mandamentos? Ser grato a Sua vontade e ter uma vida segundo os Seus princípios?

Como dizem os “LGBTTTS”: 
“Deus é amor” (1João 4:8),
digo: mas, também é Justiça (Salmo 50:6; Romanos 10:3; Jó 8:3)!!!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário